Primeira Habilitação para o Transporte – CNH Social

O projeto Primeira Habilitação para o Transporte – CNH Social foi criado com a intenção de conceder a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), categoria B, para jovens de baixa renda, ampliando a empregabilidade e qualificando-o em curso específico para ingresso no mercado de trabalho e atuação no setor de transporte. Este projeto é totalmente financiado pelo SEST SENAT, sem custos para os selecionados.

 

Os projetos Primeira Habilitação para o Transporte – CNH Social e Habilitação Profissional para o Transporte – Inserção de Novos Motoristas (Mudança de Categoria), desenvolvidos pelo SEST SENAT, já realizou a seleção de milhares de jovens e profissionais de baixa renda em todo o Brasil.

 

Para se inscrever, o candidato deve atender aos seguintes requisitos:

 

1. Ter entre 18 e 27 anos completos na data de inscrição;

2. Comprovar renda individual de até três salários mínimos;

3. Saber ler e escrever.

 

Clique aqui para acessar o edital (Edital 2017) completo e obter mais informações.

 

INSCRIÇÕES CNH SOCIAL/MUDANÇA DE CATEGORIA

 

Para fazer a inscrição CNH Social, o candidato precisa acessar o site oficial SEST SENAT e ficar atento ao inicio das inscrições.

 

Para participar do projeto Habilitação Profissional para o Transporte – Inserção de Novos Motoristas acesse a página do programa.

 

CREDENCIAMENTO DE CENTROS DE FORMAÇÃO DE CONDUTORES OU CLÍNICAS

 

Os interessados em prestar serviços ao SEST SENAT no âmbito dos projetos “Primeira Habilitação para o Transporte – CNH Social” e “Habilitação Profissional para o Transporte – Inserção de Novos Motoristas” devem acessar o link para requerer credenciamento.

 

ALERTA SEST SENAT

 

O SEST SENAT ressalta que os projetos Primeira Habilitação para o Transporte – CNH Social e Habilitação Profissional para o Transporte – Inserção de Novos Motoristas são totalmente gratuitos, ou seja, a instituição NÃO COBRA QUALQUER TAXA dos participantes e NÃO EMITE BOLETO para pagamento.

*Com informações do SEST SENAT

Add a Comment